sábado, novembro 20, 2004

SUPER saudades!

Hoje fui ver um espectáculo no Coliseu com a minha mãe e reencontrei uma colega de faculdade que me trouxe à memória a rádio da minha vida: SUPER FM. Ai o q ela foi fazer! O marido dela acompanhou a Super desde o início até ao último dia e lembra-se de toda a gente. Conversámos mto sobre a "nossa" rádio e sobre o porquê de ter acabado o sonho. E o q é facto é que há coisas boas e coisas más no fim da Super... as más é que, claro, ficámos sem aquela que era a nossa companhia, alegria, casa, paixão e vida. As boas é que todos nós (filhos da Super) fomos obrigados a levantar a cabeça e a seguir em frente, cada qual com o seu caminho mas todos no meio da comunicação.
- O Francisco Gil (Mestre e Pai da Super) continua a dar voz a documentários para vários canais de TV e é o director musical/programador da Best Rock;
- O João Guerreiro esteve até há pouco tempo a fazer emissão na rádio do Instituto Piaget e dedica-se agora à área da Internet no estúdio do Rui Santos;
- O Rui é o que tem maior dificuldade em aceitar o fim da Super e é dono da Sat FM, uma empresa multi-funções na área da música, multimédia e publicidade (para a qual tb gravo voz em spots de pub);
- O Rui Quintas é actor e director de locutores num estúdio de documentários (onde o Gil tb grava);
- O Sandro Bettencourt é jornalista da revista TV Guia;
- A Catarina Pereira é animadora da Marginal,
- O Severiano Calado é técnico de som nas rádios da Média Capital (meu colega);
- A Anabela Conceição é promotora da editora Farol;
- O Nuno Luz voltou a trabalhar cmg e com o Gil e é tb programador da Best,
- O Pedro Gomes, mais conhecido por Petrov, é fotógrafo freelancer;
- O João Belo (Ex-dono da Super) é o único que não trabalha com rádio actualmente, embora continue a fazer parte do nosso grupo de amigos.
O que é mm mto giro é que ainda hoje somos todos mto amigos, mantemos unida a equipa da Super, e encontramo-nos com frequência. E ao fim de 7 anos sem Super continuamos tb a encontrar ouvintes que se lembram de nós e q sofrem sem o vício da nova geração.

Sempre Unidos Por Esta Razão!

7 comentários:

Gonçalo disse...

Epah...so vim mesmo espreitar o blog pk te ouvi dizer a meio da emissão para espreitar. Tá bacano, pode ser que volte. Adios :)

kordeiro disse...

olah! eu mandei-te um email e agora tou a komentar o blog!! e ixto td pk xou tou fã e adorote!!! axu k o bolg ta mt fx... fikax mt bm nax fotos i foi divertido saber algumas koisas xobr ti k eu n imaginava!!! epsero k rxpoondax ao email!! o meu email eh fjcordeiro@hoitmail.com
portat mal
bjtx ffx

Anónimo disse...

A grande SUPER FM... Que saudades tenho eu da nossa super e daquela forma de fazer e de estar na rádio. Durante algum tempo ainda tive na esperança do regresso. Hoje, vejo que isso não passa de um sonho cada vez mais distante. Por mais estudos, por mais consultores que existam, não há nenhuma rádio que consiga estar nos corações de tanta gente como a SUPER ainda está. Sempre Unidos Por Esta Razão!
Nuno

Anónimo disse...

Primeiro beijos hélicos da minha pessoa...:) não resisti de espreitar o teu blogs o que me apraz dizer que talvez tenhamos um amigo comum, falo do rui quintas será o mesmo que faz a dobragem dos desenhos animados e que também teve participação da super fm aquando etavem istalados nas amoreiras???...

helio Silva
hfeel@iol.pt

Empregado de balcão disse...

Olá Ana. Antes da Super havia a "98". O Gil também fez parte dessa projecto, ainda no tempo das piratas. (onde andaram os outros nomes da "98"???)

Foi a ouvir a "98" que o bichinho da rádio começou a crescer dentro de mim. Ainda hj guardo com carinho as K7 com os ultimos dias da rádio. 1º o aniversário e no dia seguinte o fecho.

A Super nasceu já legal do projecto "98". Também a acompanhei durante algum tempo (lembro-me que cheguei a ir a um aniversário no Garage onde foram apresentados 2 jovens de seu nome Vanda Miranda e Walter(pedro) Marques).

Foram duas grandes rádios. Marcaram muita gente, tinha uma plástica muito boa. Era tudo mais natural...sei que hj em dia as coisas não podem ser iguais, mas por vezes falta humanidade a algumas estações.

P.S: S.f.f. manda um abraço ao Severiano. Diz-lhe que é do Pedro dos tempos da Etic

Boas emissões

ni disse...

roda roda roda,
roda sem pararii,
ai roda roda roda,
inté a s.u.p.e.r encontrari..

velhos tempos, e ainda nem sei o q é um ET VéRDE..

RuteSantos disse...

www.superfm.com
A FENIX RENASCEU DAS CINZAS